Covid-19 continua fazendo vítimas e CRA-MS alerta profissionais e empresas

Covid-19 continua fazendo vítimas e CRA-MS alerta profissionais e empresas

A divulgação atualizada dos dados referentes a campanha de vacinação contra a Covid-19 no Brasil ainda é uma preocupação para os profissionais de Administração, principalmente para os gestores de equipes.

Um levantamento junto a secretarias de Saúde de várias regiões aponta que mais de 8,4 milhões de pessoas tomaram a primeira dose da vacina, enquanto que apenas 2,8 milhões foram vacinadas com a segunda dose, totalizando pouco mais que 11,3 milhões de doses aplicadas na população brasileira (9/3).

Clique aqui e acompanhe os números atuais da pandemia no Brasil

Para alertar profissionais de administração que lideram equipes junto à empresas e instituições públicas, o Conselho Regional de Administração de Mato Grosso do Sul (CRA-MS) destaca não somente a necessidade da manutenção das ações de prevenção, mas a ampliação de atitudes que visam evitar o contágio do coronavírus.

O diretor de Desenvolvimento Institucional do CRA-MS, Adm. Márcio Laabs, reforça que “os indicadores de contaminação e mortes por Covid-19 ainda são desesperadores e tem causado enormes perdas para o ambiente corporativo, bem como na vida familiar. Além de evitar que a pessoa seja prejudicada e perca até a vida com esse vírus, é preciso estar atento para a propagação do coronavírus e por isso o conselho faz esse alerta a todos os gestores profissionais, que invistam em orientações e ofereçam condições para a sua equipe de prevenir”, destaca Laabs.

Adm. Márcio Laabs, diretor do CRA-MS

Atualmente as regras mais simplificadas de biossegurança são o uso de máscaras, higienização das mãos, respeitar o distanciamento no ambiente de trabalho e em casa, higienizar ambientes onde as pessoas encostam, trabalhar em áreas com circulação de ventilação e, ao ir para casa, evitar sair para atividades desnecessárias. “São regras simples, mas que fazem uma diferença enorme na preservação de vidas”, ressalta o diretor Márcio Laabs.

Sobre as responsabilidades pela prevenção ou pelos casos de coronavírus, o diretor do conselho é ainda mais forte nas suas palavras. “Temos que pensar que não se trata de culpar esse ou aquele pelo erro na pandemia, mas de reconhecer que cada um pode fazer a sua parte e, com inteligência, cidadania e respeito ao próximo, vamos esperar a vacinação chegar para todos. É claro que alguns fatores de gestão precisam ser acelerados para que a vacina seja adquirida e a população imunizada, mas enquanto isso não acontece, temos que fazer a nossa parte”, explica Márcio Laabs.

A farmacêutica Nádia Santos, que atua na área da farmácia comunitária, tem atendido pacientes todos os dias no estabelecimento de saúde e sabe da importância de cada um respeitar as regras de biossegurança. “A pandemia é uma realidade e vemos que está havendo uma força tarefa para vacinar todos, porém, sabemos dos entraves. Aqui na farmácia, orientamos os pacientes, temos os produtos que ajudam na higienização, mas o que realmente faz a diferença é a responsabilidade de cada um. Não adiante o colaborador seguir as regras de biossegurança na empresa e fora dela esquecer que o coronavírus existe e está aí matando gente. Temos que refletir sobre isso”, explica a profissional de saúde.

No CRA-MS, durante o expediente, o conselho tem atendido por agendamento e as regras foram adotadas. Todos os colaboradores foram orientados, inclusive com a presença do presidente do Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso do Sul, Flávio Shinzato, que proferiu um bate-papo com todos no início da pandemia. “O CRA, em seus departamentos, tem se preocupado com a saúde dos colaboradores e por isso reforçamos que os profissionais de administração precisam cuidar de si e também da equipe. Sem saúde não vamos lugar algum. O momento é de preocupação, pois estamos batendo recordes em cima de recordes de contaminação e mortes e não há mais tempo para brincadeiras ou irresponsabilidades”, conclui Márcio Laabs, reforçando que todos cumpram as regras ou, definitivamente, mais famílias chorarão a perda de um ente querido.

O uso de máscara é o primeiro passo para evitar o contágio enquanto a vacina não chega a todas as classes da população

Veja abaixo o link com guia completo de dicas de biossegurança para a equipe, produzi pelo Ministério da Saúde: Tudo o que você precisa saber sobre o coronavírus (o que é Covid-19, sintomas, transmissão, diagnóstico, como se proteger, fakenews e perguntas frequentes) – CLIQUE AQUI

Fechar Menu